Interações Medicamentosas

Atualmente estão descritas várias interações entre a codeína e outros fármacos. É importante relembrar que durante o metabolismo da codeína esta é transformada em morfina, composto com atividade analgésica, por intermédio do citocromo P450, nomeadamente, pela isoenzima CYP2D6. Assim, caso um fármaco leve à inibição, indução ou ativação desta isoenzima, haverá uma alteração na atividade da codeína (Infarmed 2015). Por exemplo, a fluoxetina é capaz de inibir o CYP2D6, fazendo com que não haja transformação de codeína em morfina nas proporções normais pelo que o efeito analgésico fica diminuído (Kane and Triggle 2007).

São variadas as classes de fármacos que interferem com o CYP2D6, provocando um aumento ou diminuição da atividade da codeína ou ainda um aparecimento de reações adversas (Kane and Triggle 2007).

Infarmed (2015). "Resumo das Características do Medicamento: Toseína."

Kane, B. M. and D. J. Triggle (2007). Codeine, Facts On File, Incorporated.